terça-feira, 31 de agosto de 2010

Existe passagem de volta ao mundo (RTW)?

Mundo com as Américas no centro
Eu já viajei muito por aí e procuro sempre ler revistas, matérias em jornais, notícias e relatos na Internet sobre viagens e turismo. Tudo isso além de tentar ficar por dentro de promoções, algumas recebo por e-mail, outras vejo diretamente nos sites das cias aéreas. E daí? Bom, e daí que eu nunca tinha ouvido falar que existem passagens para dar a volta ao mundo!!! Imagino então que eu não...
seja o único, e que muitas outras pessoas nunca tenham ouvido falar da existência desse tipo de passagem.

Elas existem, e o melhor, não são muito caras, se comparadas a compra dos trechos separados, apenas tem algumas regras a seguir.

A passagem de volta ao mundo, mais conhecida como RTW - Round The World, é oferecida pelas diferentes alianças de cias aéreas. Afinal de contas, nem todas operam no mundo todo, mas como "parceiras" é possível então conseguir combinar vários vôos e chegar a vários destinos diferentes. Independente das cias aéreas que serão utilizadas na viagem, se compra tudo de uma vez só.

As 3 alianças que oferecem essa passagem são as seguintes:
- SKYTEAMhttp://www.skyteam.com - cias aéreas: Aeroflot, Aeromexico, Air Europa, Air France, Alitalia, China Southern Airlines, Czech Airlines, Delta Air Lines, Kenya Airways, KLM, Korean Air, TAROM, Vietnam Airlines. 898 destinos em 169 países. Mais detalhes sobre passagem RTW aqui.

- oneworldhttp://www.oneworld.com - cias aéreas: American Airlines, British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Iberia, Japan Airlines (JAL), LAN, Malév, Mexicana, Qantas, Royal Jordanian. 700 destinos em 150 países. Mais detalhes sobre passagem RTW aqui.

- STAR ALLIANCEhttp://www.staralliance.com - cias aéreas: Adria, Aegean, Air Canada, Air China, Air New Zealand, ANA, Asiana Airlines, Austrian, Blue1, bmi, brussels airlines, Continental Airlines, Croatia Airlines, Egyptair, LOT Polish Airlines, Lufthansa, Scandinavian Airlines, Shanghai Airlines, Singapore Airlines, South African Airways, Spanair, swiss, TAM, TAP, Thai, Turkish Airlines, United, US Airways. 1172 destinos em 181 países. Mais detalhes sobre passagem RTW aqui.

Existem algumas regras, que são mais detalhadas em cada site acima. Algumas delas são que a viagem:
- deve ser de no mínimo 10 dias e máximo 1 ano;
- deve começar e terminar no mesmo país;
- deve ser feita na mesma direção, para completar mesmo a volta ao mundo;
- e não deve ter um trecho que volte por cima de um oceano.
Cada aliança tem as suas regras, que são basicamente essas, mas não deixe de prestar bem atenção em cada site para maiores detalhes.

O preço da passagem vai depender da quantidade de milhas percorridas. Existem 4 faixas: 26000, 29000, 34000 ou 39000 milhas. A exceção é a oneworld, onde existe além dessa opção por milhas, uma opção onde o preço depende do número de continentes na viagem. Ficam em volta dos U$ 3 mil (sem taxas).

Um bom critério para escolha é verificar qual das alianças possui mais cias aéreas na região que você pretende explorar mais. Para a Oceania, por exemplo, a oneworld é uma boa, pois a Qantas voa muito por lá.

Existem ferramentas interativas nos sites das alianças para planejar a sua viagem de volta ao mundo. Tente planejar uma e veja quanto custaria o passeio (não encontrei ferramenta na SKYTEAM, então...):
- planeje na oneworld
- planeje na STAR ALLIANCE

4 comentários:

  1. Pedrão, graaaande lance! Agora é pegar o avião e ser feliz! eheh! beijão. [assina: Dad, o "pai" do tio Amex]

    ResponderExcluir
  2. legal,não conhecia esse esquema de passagem.bom post.

    ResponderExcluir
  3. Quando eu tava no Vietnã conheci um pessoal que tava viajando assim!
    Com as taxas sai em torno de uns 10 mil dolares!

    ResponderExcluir

Se for uma pergunta, tem certeza que a resposta não está no texto?