terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Como comprar um carro novo pelo melhor preço?

Esses dias um amigo postou no facebook um vídeo de um cientista político americano chamado Bruce Bueno de Mesquita, falando sobre como usar a teoria dos jogos pra realizar a compra de um carro zero. Aqui tá o vídeo do cara, pra quem entende inglês:


Pra quem não entende inglês, em resumo, o que ele fala é que o melhor jeito de conseguir o melhor negócio é não ir nas lojas...
Como fazer isso? Ligando pra várias lojas que ficam perto da sua casa, e sendo direto com elas. Geralmente atende uma secretária, então peça pra falar com um vendedor, e já diga na cara dele (na verdade na orelha né...): eu quero comprar tal carro, tal modelo, com isso, isso e aquilo, e vou resolver onde comprar até tal hora do dia tal. Me diz aí qual a melhor oferta que tu pode me fazer nesse negócio. Meu telefone é esse, pode me ligar com o melhor que tu consegue fazer pra mim.

O que acontece com isso? Acontece que o vendedor perde boa parte do poder de intimidação que eles tem na loja. Na loja as pessoas ficam animadas ao ver o carro, demonstram interesse demais, ficam prontas a pagar qualquer preço pelo brinquedo novo. O vendedor, que não é bobo (as vezes é mal humorado, mal informado, etc...mas bobo nunca), ele tá ali pra ganhar comissão, não vai dar descontos se achar que não precisa disso pra fechar o negócio. E vai fazer pressão. Vai anotar números numa folha de papel, fazer contas, tentar te iludir que tá te fazendo um preço inédito (quando na verdade ainda tem margem pra queimar), vai simular idas e vindas ao gerente pra fazer de conta que tá negociando pra conseguir algo a mais, todo um teatrinho...e tu vai ficar ali, achando que se não fechar na hora, vai perder um bom negócio. E tá errado! Tá certo que as vezes eles não fazem tudo isso, se percebem que o cliente entende bem do assunto, mas geralmente as pessoas chegam nas lojas despreparadas, sem maiores informações sobre os carros, prontas pra caírem nessas armadilhas.

Bueno, ok, alguns podem achar que isso é só um vídeo de um cara falando em inglês, não tem nada a ver, isso não funciona aqui. Errado de novo! Pois funciona!

Já comprei (e ajudei a comprar) uns 5 carros assim, fazendo exatamente isso. Afinal de contas, quem é o consumidor? Quem deveria se estressar pra fechar o negócio? A gente ou os vendedores? Tem alguns pré-requisitos pra que isso funcione, o primeiro deles é estar comprando o carro a vista. Ou seja, tu tá querendo despejar uma montanha de dinheiro num carro, o vendedor deveria te tratar como rei, e buscar o melhor negócio, pois não é todo mundo que tá podendo comprar carro a vista assim, ao invés de te tratar como se ele estivesse fazendo um favor ao te atender.

Já comprei carro de R$ 36 mil por R$ 33 mil...
Já comprei carro de R$ 98 mil por R$ 84 mil...
Já comprei carro de R$ 105 mil por R$ 96 mil...
Já comprei carro de R$ 126 mil por R$ 118 mil...

Dá pra notar que teve uma economia de uns 10% na média. Na verdade foi de mais do que isso, pois o preço dos carros acima é só o preço do carro, não inclui várias coisas, que estavam incluídas no preço que paguei ou que as pessoas que ajudei a comprar carro pagaram. São aqueles itens do exemplo da ligação no começo desse post: "eu quero comprar tal carro, tal modelo, com isso, isso e aquilo"..."isso, isso e aquilo" geralmente são:
- emplacamento/ipva;
- placa refletiva (vai virar lei);
- escolha da placa (pra quem gosta);
- película/insulfilm;
- algum acessório, como interface pros vidros em carros importados, ou o que eles chamam agora de kit conforto (fecha os vidros, rebate os retrovisores e fecha o teto solar, tudo ao mesmo tempo ao fechar o carro).

Ou seja, voltando aos exemplos ali acima, o carro de R$ 36 mil, que ajudei a comprar por R$ 33 mil, não teve uma economia só de 10%, mas sim de 10% mais esses "isso, isso e aquilo", pois negociei pra pagar o carro com tudo. Os R$ 33 mil eram o carro mais tudo isso. Como o cara do vídeo fala, tem que pedir o full price, o preço do carro com tudo, pra não ter nenhuma surpresa na hora de fechar o negócio.

Um último exemplo, recente, dessa última semana. Ele é diferente dos acima pois comparo os 2 preços cheios, com tudo. O carro que era pra sair por R$ 75 mil com tudo, saiu por R$ 68 mil com tudo. Ou seja, continua na média dos 10% abaixo do que eles anunciam como bom negócio. Comparando só o valor do carro mesmo daria os mesmos 10%, o carro anunciado a R$ 69900 e saiu por R$ 64000.

Alguns passos básicos pra se conseguir isso:
- escolha bem o carro que quer comprar;
- obtenha um máximo de informações sobre ele na Internet, hoje em dia isso é fácil, existem vários fóruns com informações sobre os diferentes modelos, e experiências de compradores. Nos fóruns, ou pelo google mesmo, é possível ter uma noção de quanto as pessoas estão conseguindo pagar no carro, e assim ter uma idéia de até quanto o vendedor consegue baixar o valor;
- tentar negociar em mais de uma loja, como o cara fala no vídeo. Não é nada mais, nada menos que um leilão...o que oferecer por menos leva! E a gente não tem que ter vergonha ou se sentir constrangidos por fazer isso, estamos no nosso direito de consumidor! As pessoas acham que isso é motivo de vergonha, mas não é, o vendedor tem margem pra fazer um negócio melhor, basta querer e não ceder!

Hoje em dia tem aumentado a concorrência, o governo sacaneou o povo em função de proteger as quatro grandes (VW, Ford, GM e Fiat) com esse tal do IPI, mas ainda assim, a concorrência vai continuar aumentando e isso só melhora pra gente (que ainda paga preços absurdos por carros, sendo que em todos países vizinhos se compram os mesmos carros por muito menos)...o que eu ía dizer com isso é que aos poucos tá morrendo essa história de frete na compra do carro. Os anúncios ainda mencionam o preço + frete as vezes, mas as concessionárias hoje fazem parte, na sua maioria, de grandes grupos, que estão instalados no Brasil inteiro. Eles não medem esforços pra venderem seus carros, se o carro que tu quiser estiver não sei aonde no Brasil, eles vão dar um jeito de trazer pra onde tu estiver e sem custo a mais.

Vale lembrar que essa dica talvez não economize muito dinheiro pra quem mora em São Paulo, pois lá a concorrência é maior e geralmente são os menores preços anunciados já de largada. Em todos os outros estados é possível ter um benefício maior.


Um exemplo verdadeiro então pra terminar essa dica, seguindo aqueles passos básicos:

  1. Escolha bem o carro que quer comprar: digamos que você quer comprar um carro da Hyundai. Eles tão cheio de carros legais, desbancando a maioria dos concorrentes no design. Eles tem revisões tabeladas e também entregam geralmente mais que os concorrentes, tirando o Veloster aí que prometeu muito e chegou com motor mais fraco, preço que disparou com a demanda, etc...enfim, você botou o olho num carro Hyundai, já sabe qual é, agora tem que pesquisar sobre ele. Poderia ser qualquer outra marca, é apenas um exemplo. Vamos pro Google em busca de mais informações.
  2. Obtenha um máximo de informações sobre ele na Internet: como quem não quer nada, procure no Google por tabela de preços hyundai. Dê uma olhada nos resultados, se aparece algo de interessante. Eis que nessa busca, o 7o resultado é algo que parece ser uma tabela de preços de novembro de 2011. Clique ali correndo pra ver do que se trata. Não é que é uma tabela de preços mesmo? Com vários modelos Hyundai listados? Pois nessa tabela constam os preços para associados, que são os menores valores que eles podem praticar nos carros. Ou seja, ali na tabela dá pra ver que o i30 top 2012 anunciado a R$ 67500 (isso deve ser em São Paulo, pois aqui em Porto Alegre é anunciado a R$ 69900), pode ser vendido por R$ 64250. Dá pra ver também que a ix35 top, que é anunciada por R$ 115900, sai facilmente por R$ 110000. Enfim...nesse exemplo foi fácil de achar essa informação. Nem sempre é simples assim, mas aí existem os fóruns, onde as pessoas trocam informações e dá pra descobrir quanto os outros usuários do fórum pagaram nos seus carros, o que conseguiram negociar e tal.
  3. Entrar em contato com mais de uma loja: faça contato com mais de uma loja pra tentar conseguir o melhor preço. Seja honesto, diga que está negociando com outras lojas, e se o cara responder que se te der o menor preço tu vai só ligar pra próxima, diz que sim, que é verdade, então que ele te faça logo o melhor preço que pode pra fechar o negócio.
É claro que alguma hora vai ter que ir na loja, fazer um test drive, ver o carro ao vivo. Bom, isso pode ser feito a qualquer hora, ou só depois de já ter o melhor valor em mãos. Vai de cada um saber se vai conseguir manter o pé firme sobre quanto quer pagar no carro. Não demonstre a sua alegria em estar dirigindo o carro, mantenha-se normal. Por exemplo, se for ver o carro tendo em mente que quer pagar X nele...não saia do test drive e aceite pagar X+1 ou X+2 nele, pela emoção, mas sim use a razão e saia da loja mantendo a sua convicção e vontade. Espere que o vendedor fará contato, pode ter certeza disso!

Uma última coisa, caso for dar carro usado na troca. Hoje em dia eles estão derrubando o valor do carro usado, demais. Tente sempre conseguir com que o carro entre valendo pelo menos mil a mais. Eles aceitam e você se desfaz do caquedo velho de um jeito melhor ainda.

Boa sorte! E se alguem conseguir um negócio melhor por causa dessas dicas, comenta aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se for uma pergunta, tem certeza que a resposta não está no texto?