segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Quero viajar, e agora? 10 dicas para planejar!

Eu gosto muito de viajar. Quem me conhece sabe disso e alguns até brincam que estou sempre de férias. No entanto, não tem milagre para ter mais férias do que o normal. Ou você conquista mais dias de folga trabalhando finais de semana e feriados (como é o meu caso) ou você otimiza o uso dos finais de semana e feriados (que também é o meu caso). Muita coisa pode ser feita apenas em um final de semana, basta se programar para isso!!!

Como eu estava dizendo, ou melhor, escrevendo, não existe milagre para ter mais férias do que o normal. O que existe é planejamento para o milagre da multiplicação das férias...

Para que esse planejamento dê certo, é preciso considerar algumas coisas, e aqui certamente vou me esquecer de alguma, mas aqui vão 10 dicas:

1) Tudo começa com usar o cartão de crédito para todo gasto possível! Assim irá acumulando pontos que se transformarão em milhas e depois em passagens quase que de graça (tem que pagar as taxas mesmo quando se usam pontos, então nunca é totalmente de graça). A dica de ouro aqui é para ficar atento em qual vai ser a melhor hora de transformar os pontos do cartão do banco em pontos de algum programa de fidelidade. Duas por três o TudoAzul faz campanhas de incentivo onde a pessoa dobra os pontos ao transferir para o TudoAzul, que é o programa de fidelidade da Azul. Ou seja, em 2 tapas é possível duplicar os pontos! Frequentemente também surgem campanhas assim do multiplus (programa da LATAM), que aumenta em 40-50% a quantidade de pontos se transferir num certo período. Mesma coisa com o Smiles (programa da GOL). Ou seja, não basta só usar o cartão para acumular os pontos, tem que ficar esperto para transferir eles na melhor hora pro programa de milhagem, e ganhar pontos de presente.

2) Olhar o calendário do ano e enxergar as "janelas de oportunidade"! Como assim "janelas de oportunidade"? Simples, feriados! Lugares no calendário onde usando 1 dia de folga é possível passear 4 dias (quando o feriado é numa quinta, tira a sexta de folga) ou então com 2 dias de folga é possível passear 5 dias (feriado numa quarta, tira segunda e terça de folga ou quinta e sexta, somando ao final de semana, já viraram 5 dias). Isso se a sua empresa não emendar alguns feriados e já der isso de mão beijada.

3) Escolher um destino! Parece óbvio, e para muita gente que acha que é só uma questão de escolher um lugar, deve soar como uma tarefa bem fácil. Quero ir para New York! Aí vai lá e compra um pacote para New York em alguma agência de viagens ou então até se dá o trabalho de pesquisar e comprar tudo sozinho pela internet e economizar uma grana. Chega lá e tá nevando! Pode parecer um exemplo besta, mas eu aposto que tem gente com quem acontece esse tipo de coisa. Quero ir para New York, mas só tenho férias em fevereiro. Será que o tempo vai estar bom lá em fevereiro? Vai estar frio pra caramba! Será que eu queria mesmo passar uns dias de férias com frio? O tempo é uma variável muito importante na escolha do destino! Podem ter outras variáveis que vão afetar essa escolha, por exemplo, tempo de viagem. Quero ir pra Austrália, só que leva uns 2 dias para ir e mais uns 2 para voltar. Eu tenho férias suficientes para "perder" 4 dias viajando? Como podem ver, nem sempre a escolha do destino é uma tarefa simples, mas existem vários sites que dizem quais são as melhores épocas para se visitar cada lugar, e usando as buscas de voos é possível se ter uma noção de quanto tempo de viagem é necessário para chegar e voltar de cada lugar. Para quem gosta, é interessante pesquisar os eventos que acontecem por aí em alguns lugares do mundo, já que pode ser legal combinar uma visita a um lugar que se quer conhecer com algum evento legal acontecendo por lá, seja um festival de música, uma corrida de F1, algum jogo de campeonato importante, enfim... Pretendo falar mais sobre como otimizar o seu tempo em um destino também em algum post mais adiante.

4) Cuidar onde vai realizar as compras de passagens e reservas de hotéis! Alguns sites cobram as passagens ou a estadia na moeda deles, normalmente em dólares. Isso traz 2 desvantagens, a primeira é a cotação do cartão de crédito no Brasil que geralmente é pior que a do banco central em uns 10 centavos, no mínimo. A segunda é o IOF de 6,38% que será cobrado sobre o valor gasto. Por isso, sempre cuidar para acessar a versão brasileira dos sites. Por exemplo, vou mencionar o site da hoteis.com na sequência. Se abrir o hotels.com, talvez cobre em dólares. Para cias aéreas, um exemplo é o site da Copa Airlines, se abrir em inglês, vai cobrar em dólares, enquanto que na versão para o Brasil, vai cobrar em reais. Isso também é válido para cruzeiros marítimos! Se navegar no site da Royal Caribbean em inglês, o valor estará em dólares, mas basta selecionar lá que quer navegar no site para o Brasil que tudo passa para reais. É bom ficar sempre atento!

5) Comprar passagens com bastante antecedência! Geralmente nas terças os preços de passagens são os melhores. Os valores das passagens em milhas também são muito melhores se comprados com bastante antecedência. Geralmente as passagens estão disponíveis um ano antes da data da viagem. Talvez tenha visto na mídia como as passagens para o Rio de Janeiro estavam caras para o período da olimpíada. Eu comprei as passagens de ida para a família com 1 ano de antecedência, fiquei monitorando o site da Azul para o dia que ficasse disponível o voo de ida no dia que a gente precisava, e consegui pegar a ida por 2.000. É muito raro conseguir um trecho de voo no Brasil por apenas 2.000 pontos, muito mesmo, geralmente sai no mínimo 5.000 e mesmo assim hoje em dia é bem difícil conseguir por 5.000. Foi uma sorte! É, ok, foi uma "sorte", mas foi uma "sorte" de quem se planejou um ano antes e estava esperto para comprar logo que ficasse disponível. Para 6 pessoas, gastei 12.000 para todos irem ao Rio, e chegando no Santos Dumont ainda, que normalmente sai mais caro. Isso é o que normalmente custa em pontos para uma pessoa só. Se planejar faz toda a diferença. Fiz o mesmo para a data da volta, mas como era uma sexta-feira, quando abriu a venda, não estava 2.000 como foi para a ida que era numa quinta-feira. Estava um pouco mais em pontos, mas estava muito barato em dinheiro, e acabamos pegando a volta para os 6 em dinheiro. Para as passagens, recomendo usar sites como www.submarinoviagens.com.br ou www.decolar.com para uma primeira pesquisa. É possível verificar as melhores opções lá e depois tentar diretamente no site da cia aérea. Quase sempre direto no site da cia aérea o valor é melhor, mas nem sempre. Tem vezes que fica melhor no submarino ou no decolar. Além disso, tem vezes que sai mais caro ir direto para o nosso destino final do que parar alguns dias em outro lugar onde a cia aérea faz escala. Falarei sobre isso em outro post sobre voos multi-cidade.

5.1) Se for comprar passagens com dinheiro e não pontos, tentar comprar em alguma cia aérea que vai conseguir pontuar os trechos! Várias cias aéreas fazem parte dos mesmos grupos que a LATAM ou a GOL, por exemplo. Com isso, é possível voar numa outra cia aérea, mas pontuar nos programas das cias aéreas brasileiras que fatalmente são as que mais utilizamos. Posso voar na Aerolineas Argentinas e pontuar na GOL, ou então na American Airlines e pontuar na LATAM, por exemplo.

6) Fazer o mesmo com o hotel! Existem vários sites para pesquisar hotéis. O principal deles, para se ter uma noção do que outras pessoas que já se hospedaram nos hotéis falaram deles é o www.tripadvisor.com Sempre dou uma olhada lá para ver os hotéis no topo da lista de cada lugar, e informando as datas da estadia lá mesmo já mostra o valor em alguns sites de busca. Eu recomendo o www.hoteis.com Ah, mas por quê? Porque ele tem sempre valores praticamente iguais aos do booking.com mas tem uma vantagem! Tem um programa de fidelidade no hoteis.com que te permite acumular noites de hotel. A cada 10 noites reservadas pelo site, tu ganha o valor da média dessas 10 noites para usar em qualquer hotel listado no site! É muito bom. Não tem burocracia nenhuma, a cada 10 noites, automaticamente aparece lá o crédito, é só buscar um hotel e na hora do pagamento escolher a opção usar rewards. Já ganhei umas 2 ou 3 noites assim. Se você acaba sendo o agente de turismo da família melhor ainda, pois vai reservar para os outros e pontuar na sua conta :)

7) Tentar encontrar descontos! Tentar encontrar usando a busca do google mesmo, cupons de desconto, seja para a compra da passagem, seja para a reserva do hotel. Não encontrou cupom? Pode tentar escrever mensagem para a cia aérea ou para o hotel nas redes sociais, geralmente eles tem página no facebook ou perfil no twitter. Não deu certo o choro? Ainda tem uma chance de sair ganhando. Encontre o e-mail de contato do hotel (não da rede, do hotel que você quer ficar mesmo) e escreva para eles. Diga que é a primeira vez que vai visitar aquele lugar, fale que está indo do Brasil, que gostaria de saber se existe alguma possibilidade de negociar um upgrade cortesia para um quarto de um nível acima. Quando menos esperar, será recompensado pela cara de pau. Falo por experiência.

8) Faça reviews e ganhe pontos! Enquanto estiver aproveitando o destino, escreva pequenos reviews com fotos dos lugares (hotéis, restaurantes, pontos turísticos, ...) no tripadvisor.com, pois os reviews viram pontos multiplus, e de pouquinho em pouquinho se ganham muitos pontos!!!


9) Acompanhe o Melhores Destinos! Adicione nos seus favoritos e também siga eles no facebook, ou então baixe o app deles que avisa direto no smartphone quando tem alguma promoção nova. Estou falando do www.melhoresdestinos.com.br Esse site ajuda, e muito!, pessoas que querem viajar mais gastando menos. No começo, há alguns anos, eles só divulgavam promoções das cias aéreas, mas agora o site cresceu e tem vários guias de destinos legais também. Algumas passagens que já comprei graças ao trabalho deles: Moscou ida e volta por R$ 900, Filadélfia ida e volta por R$ 700, Madrid ida e volta por R$ 1100, tiveram outras, mas a última que provavelmente nunca mais se repetirá na história foi ano passado, para ir a New York em maio desse ano 2016, por R$ 900 a ida e volta para 2 pessoas! Sim, R$ 450 cada com taxas. Esses valores todos já com taxas. Essa para New York foi um "bug" da American Airlines, mas normalmente quando tem bugs as cias aéreas derrubam o site em poucas horas e a American deixou o site lá o dia todo praticamente. Eu acho que eles usam essa história de "bug" de vez em quando só pra torrarem algumas passagens sem terem problemas com as outras cias aéreas. Alguns amigos já pegaram "bug" da KLM também e compraram passagens para a Europa com preços inacreditáveis.


10) Guarde sempre na manga alguns dias de folga! Essa última dica vai junto com a dica número 9. Se na sua empresa as férias são flexíveis, guarde 5 dias, que é o que precisa para sair uma semana. Se na sua empresa as férias não são flexíveis, mas deixam quebrar as férias em 2 períodos, um de 10 dias e um de 20 dias, tente guardar o de 10 dias. Qual o motivo? Normalmente, as promoções acontecem para voar ontem. O ontem é brincadeira, mas normalmente as promos são para voar em seguida, e as promos acabam em poucas horas. Quando o Melhores Destinos publica um post sobre uma promoção muito boa, se você ficar pensando meia hora, talvez já não tenha mais nenhuma passagem naquele valor promocional. Por isso, se puder, guarde na manga uma semana de férias, de maneira que quando uma promo sensacional ou um "bug" aparecer, você consiga aproveitar a oportunidade!

Enfim, sei que algumas dicas aí são bem básicas, mas tenho certeza que:

  • muita gente não fica atenta para transferir os pontos do cartão na melhor hora para usar as promoções que multiplicam os pontos no programa de fidelidade.
  • muita gente não olha o calendário do ano e enxerga as "janelas de oportunidade", pois deixam para pensar nos feriados somente dias antes dos feriados, quando tudo já está caríssimo.
  • muita gente não se dá conta de que é importante pesquisar o clima no destino na época que gostaria de visitar, nem o tempo que se leva para ir e voltar.
  • com certeza vai ter gente lendo isso que já teve uma surpresa na fatura do cartão com um valor em U$ e IOF sobre uma coisa que comprou num site de viagens que aparentava estar em português, mas tinha letrinhas lá dizendo que o valor seria cobrado na moeda do hotel.
  • muita gente usa o booking.com direto para reservar hotéis, mas se soubessem que no hoteis.com os preços são os mesmos e ainda tem o programa de fidelidade que a cada 10 diárias reservadas te dá uma de presente, mudariam para o hoteis.com (de nada! hehehe).
  • muita gente não pensa em escrever para os hotéis pedindo algum upgrade, e isso funciona, nem sempre, mas funciona. Pode tentar na hora do check-in também.
  • muita gente não deve saber que postar reviews no tripadvisor.com resulta em pontos do multiplus.
  • bastante gente ainda não acompanha o www.melhoresdestinos.com.br e isso pode fazer toda a diferença na hora de conseguir uma passagem muito mais em conta do que o normal para algum destino desejado.
  • nem todo mundo deve pensar em deixar alguns dias na manga para aproveitar alguma oportunidade ímpar no valor de uma passagem e todo ano tem, no mínimo, uma super oportunidade divulgada no Melhores Destinos.
Faltou falar do ponto 5 aí (compra das passagens com bastante antecedência), mas deixei por último de propósito. O motivo de ter deixado esse por último é bem simples. Conseguir comprar as coisas com antecedência é o maior problema para muita gente. E não é nem pelo valor investido, pois a maioria das coisas pode ser parcelada, o problema mesmo é conseguir se planejar no tempo.

Pelo que vejo por aí no meio em que eu convivo, para a família, amigos, colegas de trabalho, pensar um ano adiante é o mais difícil. As pessoas não conseguem se comprometer, muitas não tem agenda. Ou por falta de costume, ou porque simplesmente não gostam de ter agenda. Bom, se for falta de costume é bem simples, nossos smartphones estão carregando uma agenda pronta para ser usada a qualquer momento. Eu uso a do iPhone conectada ao google, e assim consigo ver a agenda no calendar do google no computador também. Espero que tenha ficado claro que faz toda a diferença no planejamento e nos custos envolvidos numa viagem.

Já se for porque não gosta de ter agenda, aí amigos, não tem milagre mesmo que ajude a conseguir multiplicar as férias ou fazer os melhores negócios na hora de viajar. Quem vive assim acha que é preciso ser milionário para planejar viagens, e não é para menos! Na experiência de quem deixa tudo para a última hora os preços para viajar realmente ficam absurdos para muitos destinos!

Evidentemente que há nesse planejamento todo também uma questão de valores. Para algumas pessoas o prazer está em curtir festas em camarotes gastando com combos de bebidas. Para outras está em trocar de carro de tanto em tanto tempo. Para outras está em ir ao shopping e sair com as mãos cheias de sacolas. Para outras isso, para outras aquilo, e para algumas está em conhecer o mundo e planejar o próximo destino, seja por uma vontade de ir até o lugar, seja por um evento que vai acontecer naquele lugar, seja por ter amigos para visitar, enfim, a razão pouco importa, mas elas vão se planejar para ter esse prazer.

O melhor negócio para viajar tem um preço, que é o planejamento. Assim como a liberdade de não se comprometer com nenhuma data cobra o seu, que é o valor exorbitante quanto mais perto do feriado ou das férias.

Conte suas experiências abaixo nos comentários! Ou deixe as suas dúvidas, tentarei responder assim que puder!!!

2 comentários:

Se for uma pergunta, tem certeza que a resposta não está no texto?